sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Perdão...


Essa terrível dor que no peito se instala
invade a alma, devasta-me o coração.
Um nó na garganta que me exaure
com lágrimas lavando-me a face
suplico-te um voto de perdão.

(Samyra Almeida)

1 comentário:

  1. Errar é humano, perdoar a divino, mas há certos erros que podem ser perdoados e não atrapalhar ninguém!

    ResponderEliminar