quarta-feira, 15 de junho de 2011

Cores da solidão...


"...Às vezes eu me sinto em paz no meio da minha baderna.
Às vezes as coisas se distanciam à medida que você almeja.
Quanto mais quero entender o mundo 
menos as coisas ficam em seu lugar..."


10 comentários:

  1. Lindo minha amiga, pura inspiração.
    um beijao no seu coração

    ResponderEliminar
  2. Bela criação...a isto se nomina de arte.
    Beijo

    ResponderEliminar
  3. Que lindo, Sam. se isso saiu de sua alma, ela é, então maravilhosa. Parabéns! Bjs.

    ResponderEliminar
  4. Sábias palavras, Samirinha...

    Basta um pedaço de papel e um lápis de cor para que a solidão se transforme em versos e canções.

    A minha, a nossa, e a de todos ,são badernas silenciosas que muitas vezes precisamos ter para que tudo se ajeite e volte ao normal.
    beijos minha Flor

    Sandra Cajado

    ResponderEliminar
  5. Muito legal, adorei o texto, parabéns linda.

    ResponderEliminar
  6. ooo meu Deus... amei esse post viu..
    bjos doces^^

    ResponderEliminar
  7. Querida Samyra,

    Meus parabéns!

    As cores representam muito bem os nossos sentimentos mais profundos.

    Beijos

    ResponderEliminar
  8. Lindo post! Gostei muito do texto, e da mensagem. Parabéns pelo ótimo blog.

    Big Beijo.

    ResponderEliminar
  9. lindo post!! seu blog eh mto bom!! ^^ bjs

    ResponderEliminar
  10. Só quem tem a chave que abre todas as portas é o louco. Ele é o unico que sonha e toca o universo com o dedo do coração. Em sua paz não tente entender as maravilhas do mundo. Tudo tem um motivo. Tudo tem uma resposta.

    Parabéns pelo texto

    MarquesK

    Só o Rock Alivia

    ResponderEliminar