quinta-feira, 19 de maio de 2011

Razão dos meus mais belos sorrisos...

(...) Eu te descrevo como a luz que me guiou na escuridão.
Eu ganho tanta segurança quando eu toco a sua mão (...)
 (Trecho da música Caminhos Tortos - Kaká Reis) 


 .:Razão dos meus mais belos sorrisos:.

Você desperta o melhor em mim, me faz acreditar que sonhar é preciso e realizá-lo possível...Foram muitas dificudades ao longo desses 7 anos, (afinal) ninguém falou que seria fácil, mas amar é construir o caminho ora com flores, ora com espinhos na certeza de que o amanhã sempre exigirá um pouco mais de nós. Mas, certamente as alegrias foram muitas e maiores que cada pedra lançada a nós. 
Hoje, posso dizer que me sinto completa, feliz e realizado por ter encontrado em você pedaços tão singulares de mim. Seu amor me completa, me desperta, alucina as emoções. Obrigada por seu meu príncipe, amado, amigo, companheiro, birrento =), por me amar mesmo quando só tenho cacos, pedaços de mim a lhe doar. 
Você faz a diferença na minha vida, oro a Deus para que o caminho que hoje trilhamos por 7 anos tenha sido e constinue sendo construído sobre a rocha de Sua vontade misericordiosa.

^^Amo muito você^^
Feliz aniversário de namoro!
 
'As cores do seu sorriso dissipam meu coração empedernido.'
(Samyra Almeida)

terça-feira, 17 de maio de 2011

Soneto de fidelidade...

Um dos meus sonetos preferidos
‘SONETO DE FIDELIDADE’
''De tudo  meu amor serei atento antes, 
e com tal zelo, e SEMPRE,  e  tanto
que mesmo em face do meu maior encanto 
dele se encanta mais meu pensamento.

<<>>

Quero vivê-lo em cada vão momento 
e em seu louvor hei de espalhar meu canto
e rir meu RISO  e derramar meu pranto 
ao seu pesar  o seu  contentamento.

<<>>

E assim quando mais tarde me procure, 
quem sabe a morte ? angústia de quem vive
quem sabe a  solidão? fim de quem ama. 
Eu possa me dizer do AMOR  (que tive): 
que não seja imortal posto que é chama,
mais que seja INFINITO enquanto DURE.''

(Vinicius de Moraes)

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Inefáveis sentimentos...

 Desejo veementemente que cada palavra aqui deixada,
consiga o objetivo de, com muito carinho, afagar os vossos corações.


.:Inefáveis sentimentos:.

Por vezes sinto que o coração que bate aqui não é meu
Parece meio sem graça, hora disfarça e finge não se importar.
Seu tamanho?
Sempre grande nunca pequeno
Na dor infla, se expande, na tentativa de aliviar
No amor faz graça, pirraça e não contém seu exultar.
Na solidão dos pensamentos
Guardo segredos inconfessáveis
Arraigados nos prazeres ora despertos
Na agonia dos beijos não dados
Dos toques inalcançados
A amplitude das palavras que não conseguem se expressar.
Tentando-me livrar de qualquer amarra de provincianismo
Ouso deixar meus sentimentos serem felizes.
Defini-los?
Para que?
Por quê?
Nem tudo precisa ser exprimido em palavras
Ou precisa?
Diga isso a meu coração.
Insensatos sentimentos
Como posso desvendar-vos?
Gritas aqui dentro inquieto
Rasgando-me o peito em euforia e piedade
Ou contém-se em silêncio
Enternecendo-me o olhar com vaidade.
INEFÁVEIS SENTIMENTOS
Intensos, impulsivos, inconstantes, guerreiros
Não há batalhas que não ouso travar
Sou munida de grandes armas
Carrego a força no olhar.
Vivo impetuosamente caio aqui levante lá
Tenho a garra de mil mulheres
Daquelas que sabem amar.
Nas andanças do meu caminho
Em cada passo me construo mais
Sou livre como um passarinho
Nas mudanças que o tempo trás.
Adoro alçar altos vôos
Por vezes é ruim o aterrissar
Sou de sentimentos simplórios e raros
Que com palavras não sei expressar.


(Samyra Almeida)
 Confira a postagem original" no Arte & Cultura.

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Maré mansa...

No vai e vem da maré mansa
na beira-mar de São Luís,
 Há barco a vela que balança
na "ilha do amor" sou mais FELIZ!

(Samyra Almeida)